Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

DISE DE RIO PRETO APREENDE UM MILHÃO DE DÓLARES E APREENDE QUASE TREZENTOS QUILOS DE COCAINA EM CAMPINAS-SP

Imagem
A DISE de São José do Rio Preto em conjunto com a Polícia Federal de Campinas realizou no dia de ontem (27) Operação visando a prisão de narcotraficantes e apreensão de entorpecentes, valores, veículos, armas, munições. As investigações tiveram início há cerca de noves meses e ficou evidenciado que a quadrilha de narcotraficantes, liderada por Osvaldo Altino, vulgo “Finofo”, tinha como sede esta cidade de Rio Preto e tinha atuação também em outros Estados.
Foram cumpridos sete Mandados de Prisões Temporárias e treze Mandados de Busca Domiciliar expedidos pela Justiça Estadual. Estes Mandados foram cumpridos em Rio Preto, Bady Bassiti e Campinas. Dois Mandados de Busca foram cumpridos em Campinas por Policiais Civis da DISE de Rio Preto e por Agentes da Polícia Federal de Rio Preto, comandados pelo Dr. Fernando Augusto Nunes Tedde, Delegado Titular da DISE de Rio Preto.
Até o momento foram presas sete pessoas e na apreensão de um caminhão, cinco motos e dois carros, além de mais de tre…

4ª Cavalgada Promovida Pela Igreja Nossa Senhora do Brasil

Imagem
Fotos Jornal do Povo Rio Preto

ANIVERSÁRIO

Imagem
O 17º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DO INTERIOR FAZ 47 ANOS EM 25 DE SETEMBRO DE 2011
O 17º Batalhão de Polícia Militar do Interior (17º BPM/I), sediado na Av dos Estudantes, 1980-A, Jd Aeroporto, em São José do Rio Preto, CEP 15025-310, é responsável pela polícia ostensiva e pela preservação da ordem pública em parte da Região de Governo de São José do Rio Preto, abrangendo parte de São José do Rio Preto e os seguintes municípios: Nova Granada, Paulo de Faria, Palestina, Onda Verde Orindiuva, Cedral, Uchoa, Guapiaçú, Icem, Ibirá e Ipiguá. Está subordinado ao Comando de Policiamento do Interior-5 (CPI-5). Atualmente é comandado pelo Ten Cel PM Gilmar Torres Peres, entre oficiais e praças totalizando um efetivo de 540 policiais militares. As origens do 17º Batalhão de Polícia Militar do Interior remontam aos idos de 1944, que, por força do Decreto nº 14.162, foi criada a Segunda Companhia Independente, inicialmente sediada na Capital, sendo transferida, três anos depois, para a cidade de S…

Polícia Investiga Morte de Mulher de Frutal em Rio Preto

Imagem
Enquanto as investigações não avançam fica no ar a pergunta que não quer calar: "o que aconteceu de fato no caso Jacyra Machado Nunes"?
Foto:Álbum de família.
O delegado Seccional de Polícia de São José do Rio Preto, Josely Donizeti Curti encaminhou o Inquérito Policial que apura as circunstâncias da morte da frutalense Jacyra Machado Nunes para a DIG- Delegacia de Investigações Gerais, que investiga crimes de autoria desconhecida. Isto depois de o Inquérito que foi aberto no Primeiro DP pelo delegado titular Genival Ribeiro Santos ter sido encaminhado para o 6º DP(área onde o corpo foi encontrado) e de onde foi enviado pelo delegado Cláudio Silva para a Delegacia da Mulher, e da Delegacia da Mulher, segundo uma escrivã, a delegada por entender que não seria competência daquela delegacia investigar o caso, encaminhou o Inquérito para a Seccional, de onde (pasmem) o Inquérito foi encaminhado pelo Seccional, para a DIG- Delegacia de Investigações Gerais (que investiga crimes de…

Alcoolismo SUPERAÇÃO

Imagem
Por Claudemir Binatti
O Jornal do Povo, parceiro das Associações que se propõe a dar apoio aquelas pessoas que se encontram no vício do alcoolismo, busca através dos depoimentos colhidos junto aos recuperando, chamar a atenção por meio da leitura desta coluna para uma doença que causa destruição de muitas famílias e lares brasileiros.
O nosso personagem é Antônio Rodrigues dos Santos (Fernandópolis), 59 anos, solteiro. Vem de uma família de oito irmãos e há 10 anos é morador do bairro Arroio em Rio Preto. Após 35 anos como alcoólatra, fez o voto de abstinência do álcool na Associação Antialcoólica de Fernandópolis, em 1997. A origem do apelido é em homenagem a esta cidade. REFLEXÃO INICIALFernandópolis, como é carinhosamente chamado pelos recuperando, traz a tona em seu depoimento, o drama vivido pelos alcoólatras. O seu sofrimento e dos familiares, até descobrir que o álcool roubou não só a sua juventude, mas todos os sonhos futuros. “O álcool não dá nada pra ninguém, ele só tira, destró…