sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Resenha – Livro “O que é Serviço Social”

Autora: Ana Maria Estevão
Ana Maria Estevão, (Coleção Primeiros Passo 111) Editora Brasiliense, “O que é Serviço Social”.
O Livro “O que é o Serviço Social”, escrito em 71 paginas, contendo quatro capítulos. A autora relada a dificuldade em descrever o que é o serviço social na historia e nascimento do capitalismo, contudo a influência da Igreja na sociedade. Os fatores que deram inicio ao serviço social, começou com os primeiros conflitos, entre a burguesia e os mais desfavorecidos. A definição mais conhecida para o serviço social é de moça boazinha que ajuda os podres, porem esta visão se da à origem histórica, baseada na ação de senhoras da sociedade do século XVIII, ajudavam os menos afortunados com alimentos e roupas. Estas senhoras passavam a ser conhecidas como “Dama de Caridade”, acreditavam que situação dos podres era causada por eles mesmos, e que apenas conselhos seriam suficientes para sua vida.· Depois do século XIX, começam os primeiros esboços de técnicas e organizações, passo dado pelas paroquias expandindo para aos bairros até a cidade inteira, o governo em contra partida não queria ter custos com assistência social, deixando na mão de instituições privadas e das paroquias. Em 1869, fundou-se a Sociedade de Organização da Caridade em Londres, grande passo ao aonde dizia que cada caso deveria ser pesquisado e feito um relatório, que seria estudado por uma comissão. A partir deste momento que começou o processo de institucionalização do serviço social e em 1899 surge a primeira escola de serviço social no mundo na cidade Amstedã e inicia –se o processo de secularização da profissão sendo a visão religiosa substituída por uma visão cientifica.

Maine Aparecida dos Santos (foto) aluna curso Serviço Social Faculdade Anhanguera 2ª Serie –São José do Rio Preto/SP.
(Atividade Escolar)

domingo, 19 de novembro de 2017

POLICIA MILITAR PRENDE TRÊS CRIMINOSOS EM FLAGRANTE POR ROUBO QUALIFICADO EM MIRASSOL/SP.

Na madrugada de (18-11), policiais militares de Mirassol receberam denúncia de Roubo a residência em andamento naquele município, ocasião em que foram empregadas técnicas e táticas policiais que culminaram com a prisão de três infratores da Lei, a poucos metros da residência, enquanto tentavam se evadir em um veículo Honda HRV, de propriedade da vítima.

Segundo o apurado, os infratores usaram um carro GM Classic para obrigar o veiculo do empresário a parar na via pública, seguindo para a sua residência, a fim de lhe subtrair os bens. Chegando à residência, a esposa do empresário também foi rendida pelos marginais.
Os criminosos, que possuem antecedentes por ameaça, homicídio e tráfico de drogas, portavam duas pistolas, uma de calibre .40 (produto de furto) e outra de calibre .380, permaneceram a disposição da Justiça e todos os bens foram restituídos as vítimas.
Foram recuperados uma quantia em dinheiro e diversos objetos subtraídos da residência das vítimas.
Também foi apreendido o veículo GM Classic utilizado pelos autores do delito.
As vítimas, um casal de idosos, foram libertadas pela Polícia Militar durante a ação, uma vez que ainda estavam amarradas com fita adesiva e "enforca gato", no interior da residência.
As viaturas do 52° Batalhão de Policia Militar do Interior contaram com o apoio das viaturas da Companhia de Ações Especiais de Polícia - CAEP do CPI-5, motivo dos nossos sinceros agradecimentos.
#ISSOÉPM
#PODECONFIARPMESP
https://fb.me/52BPMI
Fonte e imagens- Cinquenta Edois Bpmi -por email para Jornal do Povo Rio Preto.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Pevê-Tur dá as costas para a população de Ipiguá-SP

Municipes da cidade de Ipiguá na região de São José do Rio Preto reclamam contra empresa de ônibus. 


VERGONHA ISTO TEM QUE ACABAR PEVÊ-TUR
Pois é.  Mais uma vez estes Ônibus Sucateados da Pantanal Pevê-tur Peve-Tur Navegacao e Turismo Limitada quebra, tenho vários relatos e fotos desta companhia de Ônibus que serve nossa cidade e vive dando problema.
Foi realizado uma audiência publica na Câmara de Vereadores e o Gerente Senhor Cioca disse que iria resolver; mas sempre em tom irônico o que ele não entende é que cada vez que esta porcaria de Ônibus quebra quem leva a fama é nossa cidade.
Já Passou da hora de providencias serem tomadas este contrato com a Empresa tem que ser revisto. OS USUÁRIOS E TRABALHADORES NÃO PODE MAIS PASSAR POR ESTES TRANSTORNOS FREQUENTES. Todas as vezes que reclamo ou reclamamos dá a impressão que devemos favor a esta empresa de minha parte acho que não adianta mais conversar o negocio é FAZER MOVIMENTO PARA TROCAR A EMPRESA TIRAR A PEVÊ -TUR DAQUI DE IPIGUÁ SP.  Vou marcar aqui pessoas que estão empenhadas alem de mim, os vereadores Marcelo Amado Gonzalez Neusa Lino Oliveira Oliveira
***Assinado Carlinhos Guarnieri - Ipiguá-SP.16/11/2017
O Jornal do Povo Rio Preto irá atrás do...seu Cioca - diretor da empresa. 
Volto ao assunto.

Surtado

Os Cabos Nilton e Luciana da 1ª Cia da Polícia Militar de São José do Rio Preto-SP-retornavam de escolta de presos do CDP-Centro de Detenção Provisória, às 17:30 de ontem, quando na altura do KM 47 da BR 153 se depararam com o veículo GM- S10 placas DBX- 4969 em alta velocidade na contramão no sentido Nova Granada em fuga, após ter se envolvido em acidente de trânsito sem vítima, na mesma rodovia com outro veículo cujas placas e modelo não foram anotadas porque deixou o local.
O veículo S10 foi acompanhado até uma chacara na Estância Verão onde o condutor se apossou de duas facas e bastante exaltado passou a ameaçar os policiais.
O individuo então deixou a chácara pelos fundos e se dirigiu até as margens da BR 153, onde foi novamente cercado pelos policiais militares, que chegaram em apoio, juntamente com o helicóptero Águia.
Mesmo após ininterrupta verbalização o sujeito não acatou as determinações de largar as facas e em determinado momento, investiu na direção dos policiais, após ter cortado os pulsos, sendo necessário o emprego de munição de impacto controlado (Elastómero) por parte de um devidamente identificado no BO, que efetuou quatro disparos com a espingarda calibre 12 pertencente a PME-SP, instante em que o individuo largou as facas e foi imobilizado junto ao solo. Foi acionado o resgate que o socorreu até a Santa Casa onde permaneceu bastante exaltado confessando, segundo consta, ter consumido cocaína e álcool, sendo imobilizado até que adormecesse sob o efeito da medicação que lhe foi aplicada.
Na Central de Flagrantes da Polícia Civil compareceu a esposa do individuo em posse de um BOPC de Lesão Corporal registrado poucas horas antes desse bizu todo, na DDM- Delegacia da Mulher tendo como autor o mesmo sujeito surtado, seu marido.
O Delegado de Plantão registrou contra o individuo BOPC de natureza: Ameaça, Resistência e Artigo 311 do Código de Trânsito Brasileiro, deixando de adotar, segundo a PM, as providências previstas na Lei Maria da Penha.
O sujeito cujo nome prefiro não revelar ainda, não corre risco de morte e os policiais nada sofreram.

***Editorial
Fico tremendamente triste ao relatar casos como este que começou com agressão do marido contra esposa indefesa, depois o proprio em crise na rodovia agindo contra os policiais e na Santa Casa o maior escandalo provocado pelo que ele mesmo teria confessado a PM, a ingestão de álcool e cocaína. tudo isto acrescentado ao que parece seu gênio ruim, covarde dado a valentão contra mulher.
As imagens são fortes, mas servem para o proprio indiciado ver e refletir depois sobre suas ações e as reações delas. E para quem acha que álcool e droga é só festinha, fica ai o exemplo, terrivel por sinal.
**Quanto ao delegado não ter tomado medidas protetivas contra a esposa do tal, entendo que seria por ela já ter confeccionado o BO de agressão na DDM, enquanto o marido causava pânico na rodovia, colocando em risco a sua e a vida de quem por aquela via transitava.
**Como diz o Evangelho de Jesus "A cada um segundo sua obra". Fica a dica.

**Todos as informações fotos e vídeos desta reportagem tem o crédito da Polícia Militar RP- Setor de Comunicação Social.

Averiguação de Estupro de Vulnerável na Favela da Vila Itália

Nesta terça-feira 14, os Soldados Viana e Logatti efetuavam patrulhamento de rotina, quando o COPOM irradiou que um individuo de 28 anos teria praticado estupro contra uma menina de 12, individuo que estaria na frente da casa da vítima proferindo ameaças e que com a chegada de populares para lincha-lo, bem como a chegada da polícia tentou fuga, mas foi cercado, preso e identificado como sendo M.R.O.S que, segundo a PM, confessou o estupro no domingo e dito que teria voltado à favela a pretexto de pegar documentos e pertences seus.
O pai da vítima também compareceu junto aos militares noticiando que o detido teria proferido ameaças a família devido a queixa de sua filha contra ele por estupro elaborada no domingo a noite, na Central de Flagrantes.
Por fim, todos foram encaminhados a Delegacia de Defesa da Mulher onde as providencias de praxe foram tomadas, sendo realizado adendo ao BOPC registrado contra ele no domingo a noite no Plantão da Polícia Civil, sendo o acusado liberado para responder em liberdade durante o andamento do inquérito.

Fonte - PM para Jornal do Povo Rio Preto.

Averiguação de Furto

Durante patrulhamento pela rua Floriano Peixoto na Boa Vista a equipe composta pelo 3º Sargento Lemos e Cabo Angelo abordou o individo R.R.S egresso do sistema prisional em 08 de 2017, de posse de uma CPU, um pen drive e um cabo de audio-video alegando que encontrou aqueles objetos no lixo.
Disse ser morador de rua e usuário de crack.
Conduzido a Central de Flagrantes o delegado apreendeu os objetos e liberou o rapaz para responder em liberdade.
Fonte e imagens- PM - para Jornal do Povo Rio Preto.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Seccional de Rio Preto em Ação!!!

Delegado Paulo Grecco- divulgação.
-Atuação de Campo de Polícia Judiciária já encerrada.
Policia Civil de São Jose do Rio Preto chefiada pelo delegado Seccional José Mauro Venturelli realizou nesta quinta-feira, 09, Operação de combate a criminalidade intensificada com vistas ao tráfico de drogas.
Grande quantidade de droga sintética foi apreendida.
O delegado Assistente da Delegacia Seccional de Polícia Civil e delegado do GOE- Paulo Grecco conversou com a reportagem do Jornal do Povo Rio Preto, ele que vistoriou e coordenou todo o trabalho, e falou do resultado final.
Foram presos 39 pessoas dentre autos de prisão em flagrante delito, mandados de prisões criminais cumpridos e mandado de prisão civil cumprido. Também foram apreendidos 3 menores, 400 grmas drogas, um veículo relacionado ao tráfico de drogas e 12 mandados de busca e apreensão domiciliares cumpridos.
Drogas sintéticas
O delegado Grecco destacou a importancia da apreensão de grande quantidade de Ecstasy em meio aos 400 gramas de drogas no total apreendido.
O Jornal do Povo Rio Preto agradece ao delegado Paulo Grecco pelas informações e imagens e parabeniza a Polícia Civil por mais esta Operação ressaltando que o aumento nas apreesões de drogas sintéticas em Rio Preto preocupa as policias e a sociedade. Obrigada doutor!!!


O QUE É O ECSTASY?
O ecstasy foi originalmente desenvolvido pela companhia farmacêutica Merck em 1912. Na sua forma original, era conhecido como “MDMA”. O MDMA foi usado em 1953 pelo Exército dos Estados Unidos em testes psicológicos de guerra, e então ressurgiu nos anos 60 como medicamento de psicoterapia para “reduzir inibições1”. Mas foi só nos anos 70 que o MDMA começou a ser usado como droga de festa.
No início dos anos 80, o MDMA era promovido como “o que há de melhor na busca contínua pela felicidade por meio da química”, e a “droga da moda” em muitas festas de fim de semana. Ainda lícito em 1984, o MDMA era vendido sob a marca “ecstasy”, mas em 1985 foi banido devido a preocupações com a segurança.
Desde o final dos anos 80, o ecstasy tornou-se um termo de “marketing” genérico para os traficantes, que vendiam drogas “tipo ecstasy” que podem, de fato, conter muito pouco ou nenhum MDMA. E embora o próprio MDMA possa produzir efeitos adversos perigosos, aquilo que hoje em dia é chamado de ecstasy pode conter uma ampla mistura de substâncias — desde LSD, cocaína, heroína, anfetaminas e metanfetaminas até veneno de rato, cafeína, vermífugos para cães, etc. Apesar das marquinhas bonitinhas que os traficantes colocam nos comprimidos, isto é o que faz o ecstasy particularmente perigoso, um usuário nunca sabe realmente o que está tomando. Os perigos aumentam quando os usuários aumentam a dose em busca do barato anterior, sem saber que podem estar consumindo uma combinação de drogas totalmente diferente.
O ecstasy é mais comum em comprimidos, mas também pode ser injetado e usado de outras formas. O ecstasy líquido é na verdade GHB, um depressivo do sistema nervoso — uma substância encontrada nos materiais de limpeza de esgotos, removedores e desengordurantes. Fonte-Internet
Quais os efeitos do Ecstasy? Veja vídeo -https://youtu.be/-bcwC-3HHAI
Jornal do Povo Rio Preto- a notícia em tempo real.

DIG-DISE de Rio Preto No Combate à Criminalidade

O Núcleo de investigações DIG/DISE de Rio Preto realizou nesta quinta-feira, 09, uma operação policial a fim de prender foragidos da Justiça e combater o tráfico de drogas.

DIG aprende dois suspeitos por homicídio em cidade gaúcha

Na noite de 23 de outubro do corrente ano, na cidade de Gramado/RS, um homem de 53 anos foi executado com ao menos onze disparos de arma de fogo em plena via pública. A polícia gaúcha apurou que a vítima supostamente tinha uma dívida com uma facção de traficantes daquele Estado. A Polícia Civil conseguiu identificar a quadrilha, levantar provas da participação do delito e representou pela prisão temporária de seus envolvidos. Em seguida os policiais de Gramado tomaram conhecimento que duas pessoas, mãe e filho, os quais são suspeitos de participar do homicídio, vieram para Rio Preto após os fatos. Assim, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul solicitou à DIG empenho para identificar o paradeiro dos indiciados e prendê-los. Simultaneamente, outros envolvidos eram presos em cidades gaúchas.
B. R. M. de 20 anos e sua genitora P. R. R. M de 39 anos foram presos hoje pela manhã e foram conduzidos à DIG. Eles ficarão na delegacia enquanto equipes da polícia gaúcha virão buscá-los.

Outros mandados de prisão
Outra equipe de policiais da DIG prendeu um homem que estava sendo procurado pela Justiça por homicídio. Simultaneamente, outros policias prenderam preventivamente um homem que estava sendo investigado por atacar e roubar mulheres que transitavam no bairro Redentora, em nossa cidade. Ele estava respondendo o crime em liberdade, porém a Justiça acatou o pedido do Delegado de Polícia, que representou por sua prisão pela gravidade dos delitos.

Mais um adolescente soldado do tráfico
Em mais uma apreensão de menor infrator, a DIG apreendeu nesta data um adolescente de 16 anos com várias porções de cocaína e dinheiro fruto do tráfico (Veja na imagem) O menor foi abordado no bairro João Paulo II e conduzido à Delegacia.
Nota a IMprensa expedida hoje pela Dig Dise-

No dia 22 de outubro, o motorista Luiz Antônio Stefani, de 58 anos, foi encontrado morto em sua casa, no bairro Cambuí, ao lado da Vila Toninho, em Rio Preto. A DIG esteve no local e os policiais notaram sinais de violência física no corpo da vítima. A casa estava toda revirada, o que levou a Polícia Civil a acreditar em latrocínio.
Desde então os policiais iniciaram a investigação e após várias diligências, chegaram ao suspeito do ilícito. Ante as provas produzidas até agora, o delegado que preside o feito representou pela prisão temporária do suspeito, a qual foi concedida pela Justiça.
Na tarde desta quinta-feira os policiais da DIG prenderam o suspeito do latrocínio. Por isso, amanhã dia 10 por volta das 10:00 da manhã, no prédio da DIG, o Dr. André Ayruth Balura concederá uma entrevista coletiva onde apresentará detalhes de tão vil e condenável crime. Contamos com a presença de todos.
Fonte e imagem - Dig Dise - divulgação no Jornal do Povo Rio Preto.

sábado, 21 de outubro de 2017

Bandido que assaltou em Rio Preto é preso pela PM em Praia Grande-SP

BANDIDO QUE ATIROU E MATOU ESTUDANTE DURANTE ASSALTO A JOALHERIA CONSTANTINI EM RIO PRETO É PRESO NA BAIXADA SANTISTA PELA POLÍCIA MILITAR. ELE FOI PARADO NUMA BLITZ DE TRÂNSITO E COMO ESTAVA PEDIDO, CAIU. ERA O ÚNICO QUE FALTAVA PARA A DIG ESCLARECER ESTE ASSALTO QUE MOBILIZOU E COMOVEU A SOCIEDADE, QUANDO TAMBÉM OS GUARDAS TASSIA TOMADO E CLEITON GOMES FORAM BALEADOS. GRAÇAS A DEUS HOJE ELES SE RECUPERAM BEM. A DOR DA MORTE DO ESTUDANTE NÃO CALA NO SEIO DA FAMILIA E DE TODOS NÓS.
CREIO QUE LOGO A DIG FARÁ A APRESENTAÇÃO DE TODA ESSA QUADRILHA.

O capturado pela PM nos últimos dias e o primeiro das quatro fotos é Rosinaldo Vieira dos Santos, de 24 anos- teria saído da joalheria atirando  e matou adolescente Pedro Henrique Bueno de Oliveira a cem metros do local do roubo.
Anderson Daniel de Oliveira, vulgo Cavaquinho- seria o autor dos tiros contra os guardas (já preso)
Roberto Pereira Neto, vulgo Betinho,de 30 anos, o ladrão que saiu da joalheria com a sacola de jóias. (já preso)
Um dos participantes foi preso pela DIG logo em seguida ao assalto cujo nome até hoje é mantido em sigilo ele foi trazido para RP e continua preso.

Durante as investigações foi fundamental a troca de informações entre as Polícias Civil e Militar tanto de nossa cidade como do litoral. O trabalho em conjunto e compartilhamento de informações foi muito importante para o resultado alcançado até agora, segundo o delegado Fernando Teddy - da DIG, que falou com a imprensa à ocasião.
TOR- Tático Ostensivo Rodoviário apreendeu veículo usado pelos marginais aqui em  São José do Rio Preto. Neste veiculo estava um casal que iria, segundo a mulher, entregar o veiculo a uma terceira pessoa em Santos, para dar cabo do automóvel.
No veiculo foi apreendido munição e jóias da Constanti devolvidas aos seus proprietarios.
Fonte e imagens- DIG-DISE - divulgação Jornal do Povo Rio Preto.

Operação de Grande Envergadura da Polícia Militar de São José do Rio Preto-SP

Nesta sexta-feira, 20 de outubro de 2017, a Polícia Militar realizou em São José do Rio Preto a "OPERAÇÃO GRANDE ENVERGADURA”, quando 16 pessoas foram presas.
Participaram da Operação 130 policiais militares do 17 Batalhão de Polícia Militar do Interior (17 BPM/I), da Companhia de Ações Especiais de Polícia (CAEP) e do helicóptero Águia da Base de Radiopatrulha Aérea; além disso, 10 Guardas Municipais também apoiaram o desenvolvimento da Operação.
Pela manhã, desde às 6 horas, foram cumpridos 21 Mandados de Prisão em diversos bairros da cidade; no período da tarde, foram desencadeados bloqueios de trânsito em quatro pontos simultaneamente da cidade com o objetivo de fiscalizar veículos transitando em situação irregular, motoristas dirigindo embriagado ou sem Carteira de Habilitação .
Também foram intensificadas, à tarde e à noite, ações de fiscalização a veículos e pessoas nas ruas, bares, lanchonetes e no Terminal Urbano e Rodoviário de Rio Preto, bem como nas principais avenidas, com ênfase na região norte da cidade.
A Operação prosseguirá durante o final de semana e o aumento no policiamento ostensivo tem como objetivo principal prevenir que crimes ocorram aumentando assim a segurança da população residente em São José do Rio Preto.
A Operação foi finalizada às 23 horas e contabilizou a PRISÃO DE 16 PESSOAS, sendo 5 presos pelo crime de tráfico de drogas, 1 preso por porte ilegal de arma de fogo, 1 preso por adulteração de sinal identificador de veículo automotor e 9 procurados da justiça foram capturados e presos.
Foram apreendidos durante a Operação uma motocicleta adulterada, várias porções de crack, maconha e cocaína, balança de precisão para pesagem de drogas, um revólver calibre 38 e cerca de 1.780 reais em dinheiro proveniente da venda ilícita de drogas.
Durante os bloqueios de trânsito foram fiscalizados 216 veículos, foram lavrados 66 autos de infração de trânsito e 4 veículos foram apreendidos.
As Operações Policiais em São José do Rio Preto continuarão nas próximas semanas, com o propósito de manter o bom nível de segurança existente em nossa cidade.
Polícia Militar. Você pode confiar!
Vejas na postagens anterior a esta todos os detalhes de algumas das prisões efetuadas nesta operação da PM.

Fonte e imagem Polícia Militar pelo watts para divulgação no Jornal do Povo Rio Preto.