terça-feira, 30 de abril de 2013

PRF APREENDE 137 KG DE MACONHA EM OURINHOS

Segunda-feira(29), por volta de 19 h, na altura do km 338 da BR-153, no município de Ourinhos/SP, a Equipe Tática da Delegacia PRF de Marília realizou abordagem a um veículo GM/Chevy, de placas IIH-7535, de Cascavel/PR, conduzido por L.C.Z., de 44 anos.
Durante a fiscalização, foi localizado no interior da caçamba veiculo, sob o assoalho,diversos tijolos de substância análoga à maconha. Indagado, o condutor alegou ter recebido o veículo em um posto de serviço no município de Toledo/PR e a levaria até a capital paulista, onde faria contato via telefone com uma pessoa que disse não saber seu nome e, para tanto, receberia a quantia de R$ 3.000,00(três mil reais) pelo transporte.
Diante dos fatos, L.C.Z. foi encaminhado, juntamente com os produtos e o veículo ao Plantão de Polícia Judiciária de Ourinhos, pelo crime de tráfico de drogas, onde permaneceu preso.
Ao final da contagem, os tijolos somaram 137,5 kg de maconha.
Se condenado, poderá pegar uma pena de até 15 anos.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

DIG/DISE de Rio Preto apreendem maçarico e ferramentas na casa de preso por furto em caixa eletrônico em Onda Verde-SP


Na madrugada de segunda-feira,29/04/13, um menor e quatro maiores de idade foram presos em flagrante em Onda Verde/SP, na região de Rio Preto, onde destruíram uma agência bancária ao explodir os caixas eletrônicos para furtar os valores lá contidos. Pela manhã, policiais civis da DIG e da DISE realizaram investigações para dar continuidade aos trabalhos. Os investigadores descobriram o endereço de um dos presos, Cassiano Junior Alves Frausto, 19, e localizaram no interior da residência do outro detido, Douglas Alves Martins Jr, um maçarico com dois cilindros de acetileno e oxigênio, ferramentas diversas utilizadas no arrombamento de caixas automáticos e uma furadeira profissional. As equipes localizaram ainda um tablete de maconha e uma porção da mesma droga. A apreensão dos objetos e da droga foram anexados aos autos da prisão principal e seguirá para apreciação da Justiça.

A DIG prosseguirá nas investigações para identificar se outros crimes teriam sido praticado pelos presos, que negam todas as acusações da polícia.

Fonte e foto:DIG/DISE/divulgação.

Operação Canaã

PF deflagra Operação Canaã para investigar seita religiosa e Jornal do Povo Rio Preto fala com o delegado do caso.

Varginha/MG – A Polícia Federal, com apoio do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e do Ministério Público do Trabalho (MPT), deflagrou, no dia 23/4), a “Operação Canaã”, com o objetivo de fiscalizar fazendas e estabelecimentos comerciais da seita religiosa “Jesus a verdade que marca”, que atua nas cidades de Minduri, Andrelândia, Madre de Deus e São Vicente de Minas, todas em Minas Gerais.

Participaram da Operação 90 servidores públicos: 82 policiais federais, sete fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego, e um membro do Ministério Público do Trabalho.

Os líderes da Seita são investigados por supostamente submeterem seus seguidores a trabalho ilegal em fazendas e comércios. Até 2005, a Seita atuava no interior do Estado de São Paulo, mas mudou-se para Minas Gerais.

Em depoimentos prestados, alguns seguidores do grupo mencionaram que as pessoas eram cooptadas para integrar a Seita e, como passo inicial, vendiam os seus bens (móveis e imóveis) e doavam o dinheiro aos líderes do grupo. A proposta da seita era que esses seguidores deviam se desfazer de seus bens, a fim de “viverem isolados e desprendidos dos bens materiais, onde tudo é de todos”.

Investigações de campo realizadas pela Polícia Federal apontaram que os líderes da Seita circulam em veículos luxuosos e mantêm profunda doutrinação religiosa de seus adeptos, submetendo-os a exaustivas jornadas de trabalho, pelas quais recebem em troca apenas alimentação.

A Operação consiste na fiscalização, concomitante, de diversos estabelecimentos agrícolas e comerciais do grupo. Se constatada a situação de trabalho escravo ou degradante, as pessoas investigadas responderão por crimes descritos no Código Penal Brasileiro.

Fonte:Comunicação Social da Delegacia de Polícia Federal em Varginha/MG

MULHER DE RIO PRETO TERIA  9 FILHOS NA SEITA

A riopretense Waldete Ferreira da Silva no ano de  2002 concedeu entrevista a toda imprensa de São José do Rio Preto onde fez greve de fome na tentativa de resgatar seus familiares, segundo ela, arrastados pelos dirigentes da seita Jesus a verdade que marca, quando, segundo ela, uma filha teria vendido uma casa na cidade e repassado o dinheiro para um tal de "pastor Araújo", que segundo consta, seria o líder da seita.

No vídeo Waldete Ferreira fala ao Pastor João Flávio Martinez em Rio Preto/arquivo


Na manhã desta segunda-feira, 29/04, falei por telefone e email com o delegado responsável pela operação Canaã, João Carlos Giroto, da delegacia de Varginha-MG, quando o informei que dona Waldete Ferreira estaria disposta a colaborar nas investigações, o delegado falou de ouvi-la, em Varginha ou através da PF Rio Preto, decisão que tomará até  a manhã desta terça-feira, 30/04.

O Jornal do Povo de Rio Preto foi o primeiro contato da cidade com o delegado Giroto e ao qual apresentou a testemunha Waldete Ferreira e o vídeo em foco, copiado  do You Tube.

Ao JPRP Waldete disse que "tinha certeza que Deus não deixaria quem levou seus filhos impune", e se isso aconteceu ou não,  a polícia é que vai dizer.

**Fonte:Secom/PF/vídeo Martinez e JPRP.

Operação Concutare

Atualizado: 29/04/2013 11:38 | Por estadao.com.br

PF prende secretários e mais 16 em operação contra corrupção no RS

Investigação aponta existência de esquema de concessão ilegal de licenças ambientais em cidades do Sul; rede envolveria servidores públicos e empresários

PORTO ALEGRE - O secretário de Meio Ambiente do Rio Grande do Sul foi afastado do cargo depois de ter seu nome envolvido em operação da Polícia Federal que investigou esquema de crimes ambientais no Estado. A Operação Concutare, deflagrada nesta segunda-feira, 29, cumpriu 18 mandados de prisão de pessoas suspeitas de participar de rede concessão ilegal de licenças ambientais. Servidores públicos, empresários e consultores ambientais participava do esquema, segundo a PF.

Além do secretário de Meio Ambiente, foram presos também o ex-secretário estadual do Meio Ambiente Berfran Rosado (PPS) e o secretário municipal do Meio Ambiente Luiz Fernando Zachia (PMDB), que também foi afastado do cargo, segundo o governo municipal. Os demais presos não tiveram os nomes informados pela polícia.

Segundo a investigação, os envolvidos são suspeitos de cometer crimes ambientais, contra a administração pública e lavagem de dinheiro. Tantos os governos do Estado quanto do município anunciaram que servidores investigados serão afastados pelo menos até a situação ficar esclarecida.

A operação envolveu 150 policiais federais e as ordens judiciais de apreensão e prisão foram cumpridas em cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

FORÇA TÁTICA PRENDE TRAFICANTE DE MACONHA NO JOÃO PAULO II‏

'ONTEM, 25 DE ABRIL, POR VOLTA DAS 20HOOMIN, DURANTE PATRULHAMENTO DE FORÇA TÁTICA PELO BAIRRO JOÃO PAULO II, MAIS PRECISAMENTE PELA RUA CARLOS FETT, NOTAMOS QUE UM RAPAZ QUE SAÍA DE UM CORREDOR COM UMA MOCHILA NAS MÃOS, AO AVISTAR A VIATURA POLICIAL IMEDIATAMENTE RECUOU, VOLTANDO AO CORREDOR. PERCEBENDO ESSA MUDANÇA BRUSCA DE COMPORTAMENTO, DECIDIMOS ABORDÁ-LO. ELE TENTOU CORRER E JOGOU A MOCHILA PRA CIMA DA CASA TENTANDO SUBIR PARA O TELHADO DA CASA, MAS FOI IMPEDIDO E ABORDADO. AO SUBIRMOS PARA VERIFICAR A MOCHILA, CONSTATAMOS QUE NO SEU INTERIOR HAVIAM 01 (UMA) BALANÇA DE PRECISÃO; UMA SACOLA CONTENDO 34 (TRINTA E QUATRO) PORÇÕES DE MACONHA INDIVIDUALMENTE EMBALADAS PARA VENDA E R$ 270,00 (DUZENTOS E SETENTA REAIS) EM CÉDULAS DIVERSAS. NO INTERIOR DA CASA LOCALIZAMOS 03 (TRÊS) APARELHOS CELULARES QUE TOCAVAM CONSTANTEMENTE E UMA FACA COM RESQUÍCIOS DE MACONHA. DIANTE DOS FATOS, M.G.T.F., 20 ANOS ACABOU CONFESSANDO QUE USOU A FACA PARA CORTAR, EMBALOU E ESTAVA VENDENDO A DROGA E QUE TODO MATERIAL APREENDIDO LHE PERTENCIA, SENDO ENTÃO, COM BASE NO ARTIGO 33 DA LEI 11343/06, DADA VOZ DE PRISÃO A ELE E FOI CONDUZIDO PARA A CENTRAL DE FLAGRANTES ONDE FOI AUTUADO POR TRÁFICO DE DROGAS PERMANECENDO À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA',conta o Sargento Márcio Tomé chefe da equipe responsável pela prisão do suspeito.









**Fotos:PM-divulgação.

Operação Divisas

OPERAÇÃO DIVISAS: PRF APREENDE KOMBI LOTADA DE CRACK E ARMAS NA REGIS
BITTENCOURT






São Paulo (25/04/2013) – A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 180 quilos de crack na tarde de ontem (24) na rodovia Regis Bittencourt, em Cajati, no interior de São Paulo. Além da grande quantidade de drogas, os policiais encontraram dez pistolas de fabricação austríaca, calibre 9 milímetros, de uso exclusivo das forças armadas. De acordo com a PRF, o entorpecente seria comercializado por mais de R$ 900 mil. O flagrante foi feito durante a Operação Divisas, decorrente do acordo de cooperação firmado no ano passado entre o Ministério da Justiça e o Governo do Estado de São Paulo, com o objetivo de combater a criminalidade no estado paulista.
Os agentes da PRF suspeitaram de uma Kombi, com placas de Cascavel/PR conduzida por um homem de 39 anos, morador de Foz do Iguaçu. O motorista ficou muito nervoso com a fiscalização, o que levou os policiais a fazerem uma revista mais detalhada no automóvel, descobrindo um teto falso, engenhosamente fabricado para transportar ilícitos.
Com o uso de um desencarcerador, os PRFs encontraram 170 tabletes de Crack, suficientes para a produção de, pelo menos, 180.850 pedras, dez pistolas da marca Glock e 15 carregadores, com capacidade para 30 munições cada um.
O motorista, que disse trabalhar como garçom, afirmou que recebeu a Kombi em Foz do Iguaçú e a entregaria na Avenida Francisco Morato, na entrada de São Paulo. Ela seria deixada num posto de gasolina.
A polícia suspeita de que as armas e a droga abasteceriam o mercado paulistano.

Fotos e fonte:NUCOM-PRF-divulgação.

PRF APREENDE 22 KG DE MACONHA, COCAÍNA, ANABOLIZANTES, ARMA E FIOS DE COBRE

São Paulo (26/04/2013) – Policiais rodoviários federais da 4ª Delegacia PRF/SP realizaram nesta madrugada, no Posto PRF de Miracatu, uma operação de combate ao crime que resultou na apreensão de 22Kg de maconha, 350g de cocaína, 17 frascos de medicamentos proibidos (dentre os quais emagrecedores e anabolizantes), uma espingarda calibre 28 e cerca de 500 Kg de fios de cobre sem comprovação de procedência.


A operação, que contou com policiais da equipe de ronda do Posto PRF de Miracatu e do Grupo de Patrulhamento Tático, ocorreu entre as 23 h 30 e 2 h.
As apreensões foram decorrentes de três abordagens distintas. Na primeira, o condutor de um VW Gol foi flagrado transportando cerca de 500 Kg de fios de cobre sem comprovação de origem. O material e o condutor foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Miracatu.
Na segunda abordagem, foi dada ordem de parada a uma motocicleta. O condutor parou o veículo, mas imediatamente empreendeu fuga, embrenhando-se no matagal existente às margens da rodovia. O passageiro da motocicleta permaneceu no local e durante revista a uma mochila que carregava foi localizada uma espingarda calibre 28. A mochila era de propriedade do condutor que evadiu -se, uma vez que continha documentos pessoais. O carona e a motocicleta foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Miracatu.
Na terceira abordagem, foi dada ordem de parada a um Renault Duster, que seguia no sentido São Paulo. Após entrevista com o motorista e posterior revista minuciosa no veículo, foram localizados no interior da lataria, em uma das malas do condutor e no revestimento dos bancos 22,2 Kg de maconha, 350g de cocaína e 17 frascos de diversos medicamentos proibidos, dentre os quais anabolizantes e emagrecedores.
O motorista foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miracatu, onde a autoridade de plantão ratificou a prisão.

Fonte e foto:NUCOM-PRF-SP-divulgação.

"Operação Carga Perigosa" prende mais seis motoristas na Marginal


Polícia Civil
O foco foi vistoriar o transporte de produtos químicos


As polícias Civil e Militar, por meio do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade) e Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), prenderam seis motoristas que trafegavam pela Marginal Tietê em caminhões com produtos químicos e perigosos mal armazenados. A operação "Carga Perigosa" foi realizada na quinta-feira (25), na cidade de São Paulo.

Esta é a segunda operação desse tipo coordenada pelas duas polícias. A primeira, realizada há duas semanas, também prendeu seis motoristas. O delegado Tocantins Luiz Coelho Júnior, responsável pela Divisão de Produtos Controlados e Registros Diversos do Decade ressalta a integração entre as polícias durante a fiscalização.

Além disso, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também participou da ação que aconteceu entre as 10 e as 14 horas de hoje. No total, 38 agentes trabalharam na vistoria de caminhões.

Resultados

O propósito da operação foi proporcionar maior segurança e conforto para quem compartilha as vias expressas com caminhões que transportam produtos perigosos.

Dos veículos vistoriados, seis apresentaram irregularidades na conservação dos produtos em seu interior. Cada vistoria é detalhada e demora cerca de duas horas, já que todas as partes dos caminhões são analisadas.

Os seis motoristas foram detidos por oferecer perigo à sociedade (incolumidade pública) por causa da carga irregular. Todos eles são contratados por empresas de transporte.

Transporte de produtos especiais

O motorista responsável pelo transporte de produtos químicos e perigosos deve ter capacitação técnica para tanto, segundo o delegado. É preciso ter certificado de um curso próprio, o de Movimentação e Operação de Produtos Especiais (Mope) ou o de Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (Mopp).

Para se matricular, é necessário ter mais de 21 anos e já estar habilitado para dirigir grandes veículos. Além disso, não pode haver registro de nenhuma infração grave ou gravíssima nem de reincidência em infrações médias durante os últimos 12 meses.

Irregularidades frequentes

Segundo a Polícia Civil, a falta de sinalização no veículo com simbologia de risco e o painel de segurança incompatível com o produto transportado são alguns dos problemas no trânsito de caminhões da cidade.

A falta de kit de emergência e de certificado de capacitação ou documentos vencidos também integram a lista, assim como carga mal acondicionada - caso da operação desta terça-feira.

Segurança na estrada

É importante que o caminhoneiro fique atento às condições das vias de tráfego, para evitar acidentes. Outros itens como a intensidade do trânsito e o estado de conservação dos veículos transportadores também são destacados pelo Decade, CPTran e pela CET.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

PRF PRENDE INTEGRANTE DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA QUE APLICAVA GOLPES NO BRASIL

São Paulo (25/04/2013) – Hoje, a PRF em São Paulo realizou, juntamente com a Polícia Civil dos Estados da Paraíba e de São Paulo, cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo e região metropolitana.


Policiais Federais envolvidos na Operação

Delegado Frnscisco Yaslei comandou a Operação.
Denominada “Operação Rota 171”, a investigação teve como objetivo a desarticulação de uma organização criminosa, formada por caminhoneiros, que vem aplicando golpes com o uso de cheques clonados em postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais situados em diversos estados do Brasil.
Toda a ação criminosa tem seu nascedouro em cheques recebidos por caminhoneiros de empresas de transporte de cargas que os contrata ou de postos de combustíveis como “cheques-troco”, cujas cópias são encaminhadas para o escritório central em São Paulo, para montagem de matrizes (modelos) e posterior fabricação dos cheques clonados.
Em seguida, de posse desses cheques clonados os caminhoneiros, sob o pretexto de estarem realizando transporte de carga (estória-cobertura), os utilizam para pagamento por abastecimento e compras em postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais, provocando enormes prejuízos a essas empresas com a prática criminosa que se confirmou permanente e ininterrupta.
Para não serem identificados, os criminosos trocam as placas originais dos caminhões por outras clonadas, haja vista que nos postos de combustíveis a placa é anotada pelo frentista no momento do abastecimento.
Durante o período de monitoramento da organização, mais de 18 integrantes da quadrilha foram presos em diversos Estados do país, como Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Pernambuco e Paraíba.
Os crimes em apuração referentes aos quais pesam indícios de autoria sobre os investigados são: FORMAÇÃO DE QUADRILHA (Art. 288, do CPB), ESTELIONATO (Art. 171, CP); FALSIDADE IDEOLÓGICA E DOCUMENTAL (Art. 299e 298 do CPB), ADULTERAÇÃO DE SINAL IDENTIFICADOR DE VEÍCULO (art. 311, CP) e RECEPTAÇÃO (Art. 180, CP). As penas dos crimes somadas chegam ao máximo de 21 anos de reclusão.
Nesta data, a PRF logrou êxito em prender Ezequiel Moreira de Oliveira, um dos líderes da quadrilha, no cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Campina Grande/PB. Junto com ele, foram apreendidos computador, notebook e diversos materiais utilizados para a contrafação de documentos, como cheques e notas fiscais.
Em seu histórico, Ezequiel possuía várias passagens pelo crime de estelionato.
A Operação contou com a Polícia Civil do Estado da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de Campina Grande/PB, o GAECO - Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público Estado da Paraíba, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil do Estado de São Paulo, através do DEIC.



Fonte: 6ª Superintendência Regional de Polícia Rodoviária Federal em São Paulo
Núcleo de Comunicação Social.
Fotos: Divulgação

Tráfico

Polícia Rodoviária apreende 205,3 quilos de maconha em Bauru
Polícia Rodoviária
As drogas estavam escondida no porta-malas do carro


A Polícia Milita Rodoviária apreendeu 205,3 quilos de maconha e 986 gramas de cocaína, às 12h25 de quarta-feira (24), na altura do km 300 da Rodovia Marechal Cândido Rondon, em Bauru – distante 326 quilômetros da Capital. Um homem foi preso em flagrante.

Durante fiscalização, policiais da 1ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (2º BPRv) abordaram o motorista de um Peugeot/206, com placas de Osasco. No porta-malas, foram encontrados 187 tabletes de maconha e um de cocaína.

As drogas apreendidas totalizaram 205,3 quilos de maconha e 986 gramas de cocaína. O homem foi detido em flagrante e levado à Delegacia de Polícia Federal de Bauru. Ele permaneceu preso, à disposição da Justiça.

Juliana Chijo, com informações da Polícia Militar Rodoviária

SSP-Divulga Estatisticas da Criminalidade no Estado de SP

Latrocínio, roubo e assalto a banco caem no Estado de SP
O Estado de São Paulo registrou queda nos latrocínios (roubos seguidos de morte), nos roubos e roubos a banco no mês de março. Também registrou o maior número de prisões pelas polícias Civil e Militar nos últimos 12 anos. É o que apontam as Estatísticas da Criminalidade, divulgadas nesta quinta-feira (25 de abril) pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Os indicadores, que estão disponíveis para consulta no site da SSP, apontam que, nos 31 dias de março, os números dos roubos seguidos de morte caíram 5,56% em relação ao mesmo período do ano passado. Foi uma redução, em números absolutos, de 36 para 34 casos no âmbito estadual.

Apesar da redução verificada no mês, o trimestre ainda apresentou alta neste indicador. Nos três primeiros meses de 2013, os casos subiram 18,82% em relação aos números de 2012 (de 85 para 101 ocorrências).

Tomado isoladamente, o mês de março também apresentou redução de 4,65% no número de roubos (de 21.452 para 20.455 registros), 6,66% nos roubos de cargas (721 para 673) e 40% nos roubos a banco (30 para 18 casos). Houve, ainda, uma queda de 4,49% nos furtos de veículos - de 10.234 ocorrências em março de 2012 para 9.774 no mesmo período deste ano. Os furtos comuns se mantiveram estáveis, com queda de 0,87% (de 46.930 para 46.521 registros).

As reduções acontecem depois que a Secretaria de Estado da Segurança Pública iniciou uma série de reuniões regionais com os dirigentes das polícias Civil, Militar e Científica para cobrar resultados. Além dos encontros regionais, o secretário Fernando Grella iniciou, a partir de março, de uma série de reuniões bimestrais em que haverá cobrança de metas na melhoria dos indicadores.

Trimestre

No comparativo trimestral, as quedas foram menores e ainda houve aumentos em algumas modalidades. No caso do roubo a banco, por exemplo, a redução foi de 24,62% nos três primeiros meses do ano em comparação ao mesmo período de 2012 (de 65 para 49 casos). Os roubos de carga foram diminuídos em 4,40% (de 1.911 para 1.827).

Os demais indicadores de crimes patrimoniais tiveram alta. O roubo, por exemplo, subiu 1,25% (de 58.526 para 59.260) e o roubo de veículos, 5,07% (de 21.827 para 22.933).

Os homicídios dolosos (aqueles em que há intenção de matar) subiram 10,30%. Foram 1.189 casos no Estado contra 1.078 em 2012. A taxa de mortes por 100 mil habitantes no Estado, calculada nos últimos 12 meses (de abril de 2012 a março de 2013) ficou no patamar de 11,72 – a mais baixa do País. No mês de março, isoladamente, foram 403 homicídios – seis dos quais em acidentes de trânsito e um em penitenciária. Em 2012, no mesmo período, haviam sido 394 casos. Houve, portanto, um aumento de 2,28%.

Mais prisões

Apesar das altas, houve também mais prisões no trimestre. Os dados da CAP apontam que, nos três primeiros meses do ano, houve um aumento de 17,01% nas prisões – de 35.539 no ano passado para 41.585 em 2013. Trata-se da maior quantidade, em números absolutos, de pessoas presas desde 2001. Naquele ano, no primeiro trimestre, foram registradas 26.932 prisões.

As polícias paulistas também realizaram mais apreensões de drogas ou prisões de traficantes no trimestre. O indicador de produtividade teve uma melhora de 14,89%, com 1.526 flagrantes a mais – de 10.247 nos três primeiros meses do ano passado para 11.773 no mesmo período deste ano.


Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança

http://www.ssp.sp.gov.br/noticia/lenoticia.aspx?id=31077

SSP Divulga Estatisticas da Criminalidade no Estado de SP

Roubos em geral e a banco caem em São José do Rio Preto

A região de São José do Rio Preto registrou queda de 8,05% nos roubos em geral nos últimos 12 meses, comparado com igual período anterior. De abril de 2011 a março de 2012, foram registrados 3.903 casos, e de abril de 2012 a março de 2013, houve 3.589. Ou seja, um recuo de 314 ocorrências.

No primeiro trimestre do ano, houve uma diminuição de 11,64% nesta modalidade criminosa. De janeiro a março de 2012, foram contabilizados 1.065 roubos em geral. Nos mesmos meses de 2013, ocorreram 941 - redução de 124 casos.

Os roubos também diminuíram na comparação de março do ano passado para o mesmo mês deste ano. Foram registrados 319 casos, contra 375. A queda foi de 14,9%, ou seja, 56 casos a menos.

As informações constam das estatísticas mensais da criminalidade divulgadas nesta quinta-feira (25) pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Roubos a banco em queda

Houve um caso de roubo a banco a menos nos últimos 12 meses. De abril de 2011 a março de 2012, foram oito, contra sete, de abril de 2012 a março de 2013.

Na comparação feita entre o primeiro trimestre de 2013 e o mesmo período do ano passado, a queda foi de quatro casos. De cinco registros, passou para um.

Os roubos a banco também caíram em março deste ano. A região não registrou nenhum caso. No mesmo mês do ano passado, foram contabilizadas duas ocorrências.

Homicídios recuam no mês

São José do Rio Preto e região registraram três homicídios dolosos a menos em março, comparado com o mesmo mês de 2012. Passou de 17 para 14.

Latrocínios caem

No comparativo entre o primeiro trimestre deste ano e do ano passado, os latrocínios diminuíram de 5 para 2. Já nos últimos 12 meses, houve uma ocorrência a menos. De abril de 2011 a março de 2012, foram 15, contra 14 registrados no período de abril de 2012 a março de 2013.

Não houve nenhum latrocínio em março de 2013. No mesmo mês do ano passado, aconteceram dois casos.

Extorsões mediante sequestro permanecem zeradas

As extorsões mediante sequetro permaneceram zeradas tanto nos dois primeiros trimestres dos anos de 2012 e 2013, quanto na comparação dos últimos 12 meses.

Furtos em geral diminuem

Os furtos em geral apresentaram queda, quando comparados os períodos de abril de 2011 a março de 2012 e de abril de 2012 a março de 2013. De 29.974, passou para 26.983 - o que representa uma queda de 9,98%, ou 2.991 ocorrências a menos.

Quando comparados os meses de janeiro a março de 2012 e de 2013, os furtos em geral caíram 7,78%, ou seja, 588 casos. Eram 7.553 e passou para 6.965 casos.

No comparativo entre o mês de março do ano passado e de 2013, houve 274 casos a menos, ou seja, queda de 10,5%. Passou de 2.618 para 2.344.

Roubos de carga recuam e de veículos

Houve quatro roubos de carga a menos no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizadas cinco ocorrências. De janeiro a março deste ano ocorreu um caso.

Na comparação dos 12 meses, de abril de 2011 a março de 2012 e abril de 2012 a março de 2013, a modalidade criminal teve queda de cinco casos - passou de 14 para 9.

Em março deste ano não foi registrado nenhum caso - no mesmo mês do ano passado foram registrados três.

Os roubos de veículos caíram 36,21% no comparativo dos 12 meses. De abril de 2011 a março de 2012, foram 475, contra 303, de abril de 2012 a março de 2013 - 172 casos a menos.

No trimestre houve redução de 46,28%, com 56 casos a menos. Passou de 121 no período de 2012, para 65 em 2013.

Quando comparados os dados de março deste ano com o do ano passado, a queda foi de 47,2%, ou seja, 17 casos a menos. Antes foram registrados 36, contra 19 casos neste ano.

Polícia mais ativa

Os resultados das ações das polícias na região de São José do Rio Preto se refletem nas estatísticas de produtividade. Houve aumento significativo no número de prisões realizadas.

Comparando os números de abril de 2011 a março de 2012 e de abril de 2012 a março de 2013, o aumento foi de 18,09%, ou seja, 1.438 registros. No período anterior foram realizadas 7.950 prisões, contra 9.388.

De janeiro a março de 2012, foram efetuadas 2.199 prisões. No mesmo período deste ano foram 2.625 - o que representa um aumento de 426 casos, ou 19,37%.

Os flagrantes de tráfico de entorpecentes cresceram 19,44% entre abril de 2011 a março de 2012 e abril de 2012 a março de 2013. O aumento foi de 521 casos, eram 2.680 e passaram para 3.201.

Nas comparações de janeiro a março deste ano com iguais meses de 2012, os casos subiram 17,74%. Passou de 744 para 876 - 132 casos a mais.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Polícia Civil de Rio Preto prende quadrilha acusada de roubo de camionete‏

As delegacias DIG e DISE de São José do Rio Preto prenderam na tarde dessa terça-feira, 23/04/13, quatro homens e um menor suspeitos de praticar o roubo de uma camioneta Hilux em Goiânia/GO. Os investigadores tinham informações de que o grupo, após subtrair a camioneta, estaria com destino a São José do Rio Preto para possivelmente entregá-la a receptadores. Os policiais civis, com o auxilio da polícia rodoviária federal, realizaram um bloqueio na rodovia BR -153, próximo à cidade. Os suspeitos estavam divididos em uma camionete Amarok e na Hilux roubada, e esta última, desobedeceu a ordem de parada, furando o bloqueio e pondo em risco a segurança dos policiais. Os investigadores atiraram nos pneus da Hilux, que acabou seguindo ainda quinhentos metros, antes de finalmente parar, sem condições de prosseguir. Os suspeitos acabaram se entregando.


Até o fechamento dessa matéria, às 20h33, a polícia não havia constatado nenhuma irregularidade com a Volkswagen Amarok, mas os policiais continuam investigando se sua origem é ilícita ou somente acompanhava a Hilux. Todos os envolvidos foram conduzidos à DIG e autuados por roubo e formação de quadrilha.

O Jornal do povo de Rio Preto continua acompanhando mais esse trabalho da PC Rio Preto.

Fonte e fotos:DIG/DISE/divulgação.

DISE de Rio Preto incinera cerca de 200 kg de drogas





Na tarde de terça-feira, 23/04/13, a DISE de São José do Rio Preto promoveu a incineração de cerca de 200 kg de drogas, resultado de apreensões ocorridas nos últimos meses na cidade e região. As drogas são maconha cocaína e crack.

O entorpecente foi escoltado até uma usina da região e queimada na caldeira. A diligência foi acompanhada pela vigilância sanitária e ministério público.

Bingo!!!!!

Fonte e fotos:DISE/divulgação.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Vereador Renato Pupo de Paula (DEM) Mostra Serviço

O cruzeiro do Cemitério São João Batista em Rio Preto estava sem os braços fazia muitos meses. Indignada acionei a prefeitura atraves do secretario de comunicação Deodoro Moreira. Nada. Mais indignada ainda, recorri ao vereador-delegado Dr. Reanto Pupo de Paula(DEM) e em cinco dias veio a resposta. Vejam as fotos.
Obrigada doutor Renato porque é de políticos do seu naipe que a população precisa.


Bravo!!!!

Materia postada em 22/02/2013.

Vidraceiro é detido com 336 tijolos de maconha em Prudente

O vidraceiro G.S., de 25 anos, foi preso em flagrante por tráfico de drogas, às 10h55 de domingo (21), na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente - distante 558 quilômetros da Capital.

Policiais da 2ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (2º BPRv) viram um homem em uma Saveiro preta, em atitude suspeita, e pediram para que ele parasse.

Durante a abordagem, encontraram 336 tijolos de maconha na carroceria do veículo. O vidraceiro confessou que transportava a droga do município de Dourados, no Mato Grosso do Sul, para a Capital.

Além dos entorpecentes, foram apreendidos celulares e R$ 472.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Presidente Prudente como tráfico de drogas. Os tijolos foram encaminhados à perícia do Instituto de Criminalística (IC), que constatou 361,4 quilos de maconha.

G.S foi encaminhado à Cadeia Pública de Presidente Venceslau e depois será transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública
há 5 horas · Curtir


Foto da

Polícia Rodoviária

A droga estava escondida na carroceria do veículo

Fonte:SSP_SP/divulgação.

Polícia Rodoviária apreende 102 quilos de maconha em Itatinga

Polícia Rodoviária apreende 102 quilos de maconha em Itatinga

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu 139 tabletes de maconha dentro de um carro, às 18h30 de domingo (21), na altura do km 208 da Rodovia Castello Branco (SP-280) em Itatinga - distante 220 quilômetros da Capital. Um homem foi preso por tráfico de drogas.

Durante fiscalização, policiais da 3ª Companhia do 5º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (5º BPRv) deram sinal de parada para o motorista de um Santana azul, com placas de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Dentro de um compartimento de cargas, foram encontrados os tabletes de maconha. Questionado, O.M.S., de 32 anos, disse que vinha de Arapongas, no Paraná, para a cidade de São Paulo, mas não informou para quem entregaria os entorpecentes.

A droga foi apreendida e encaminhada à perícia do Instituto de Criminalística (IC), que constatou 102 quilos.

O homem foi detido em flagrante, levado à Delegacia de Polícia de Itatinga e indiciado por tráfico de drogas. Ele permanece preso, à disposição da Justiça. A Polícia Civil prossegue com as investigações.



Foto da Polícia Rodoviária
A droga estava escondida em um compartimento de carga

Fonte:Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

PM apreende menor no tráfico em Rio Preto


Policiais Militares da cidade de Mirassol, na região de São José do Rio Preto em diligências pela Rua Assembléia de Deus, no bairro São Bernardo, próximo dos predios da CDHU, por volta das 02h40 da madrugada de segunda-feira, 22/04/13, notaram quando o sindicado J.A.M.S, de 17 anos, ao avistar as viaturas empreendeu fuga , sendo detido. Consta dos autos que ao ser realizada a busca pessoal foi encontrado em sua bermuda um maço de cigarro e no seu interior havia 08 pedras de crack , 11 invólucro plásticos contendo substância aparentando cocaina , R$ 120,00 e um celular. Segundo o BO da PM, ao ser indagado o infrator teria confessado o tráfico e indicado o local que estaria o restante do entorpecente . Diante dos fatos o mesmo foi apreendido e apresentado no Plantão Policial, onde o Delegado ratificou sua apreensão com base no artigo 33 da Lei 11343/06.

Joilda Gomes Gomes Fonte e foto/PM/divulgação.

DESCASO E PERIGO EM NIPOÃ

DENUNCIA DO JORNAL DO POVO DE RIO PRETO AO PREFEITO DA CIDADE DE NIPOÃ.

A "PONTE DO MATADOURO" SOBRE O CORREGO QUE CORTA O FINAL DA RUA GOIAS ESTÁ SEM A METADE DA GRADE DE PROTEÇÃO DO LADO DIREITO COLOCANDO EM RISCO A VIDA DOS MORADORES E MOTORISTAS QUE UTILIZAM AQUELA PASSAGEM.


SEGUNDO MORADORES HÁ MAIS DE 4 MESES UM TRATORISTA DESAVISADO BATEU NO GRADIO DERRUBANDO-O E MESMO CIENTE DO FATO A PREFEITURA NÃO TOMOU NENHUMA PROVIDÊNCIA.

A ÚNICA SINALIZAÇÃO ANTES DA PONTE É A PLACA EM FOCO, VÊ SE PODE.

**Por telefone busquei ouvir o prefeito de Nipoã, mas ele não estava. Fui atendida por uma funcionária que estava mais preocupada em saber se algum municipe fez a denuncia ou se eu tenho parentes naquela cidade, e se tenho, quem são.  Ela anotou meu contato e disse que o prefeito retornaria após receber a materia por email.
PODE???




FORÇA TÁTICA DE RIO PRETO PRENDE TRÊS PESSOAS POR TRÁFICO DE DROGAS E POSSE ILEGAL DE MUNIÇÃO

Mais uma vez o Sargento Márcio Tomé com sua equipe presta relevante serviço à sociedade retirando das ruas suspeitos por tráfico de drogas e porte de munição levando-os às barras da justiça.


DILIGENCIA E PRISÕES NO RELATO DO SARGENTO

'NA NOITE DE SEXTA FEIRA, 19 DE ABRIL, DURANTE PATRULHAMENTO DE FORÇA TÁTICA PELO BAIRRO DOM LAFAIETE, PASSÁVAMOS EM FRENTE A UMA RESIDÊNCIA ONDE O MORADOR É UM CONHECIDO TRAFICANTE DA EQUIPE PELO VULGO "PAÇOCA", QUE SAIU DA CADEIA HÁ POUCO TEMPO E TÍNHAMOS INFORMAÇÕES DE QUE ELE CONTINUARIA COMERCIALIZANDO DROGAS. AO PASSARMOS PERCEBEMOS QUE UM MOTOCICLISTA AGUARDAVA NO PORTÃO E UMA MULHER IRIA ATENDÊ-LO, MOMENTO EM QUE AVISTOU A VIATURA POLICIAL E SE EVADIU EM ALTA VELOCIDADE NA CONTRAMÃO NÃO SENDO POSSÍVEL ABORDÁ-LO. A MULHER RETORNOU PARA O INTERIOR DA CASA E FOI PARA OS FUNDOS. DIANTE DISSO DECIDIMOS CHAMÁ-LA PARA ESCLARECER OS FATOS E TENTAR IDENTIFICAR E SABER O MOTIVO DA FUGA DO MOTOCICLISTA. NA RESIDÊNCIA ESTAVAM APENAS ELA E O PADRASTO. DURANTE A CONVERSA PERCEBEMOS UM CERTO NERVOSISMO QUANDO PERGUNTAMOS SOBRE SEU IRMÃO E SE HAVIA ALGO ILÍCITO NA CASA E POR TERMOS LOCALIZADO NO CORREDOR DA CASA UMA PORÇÃO DE MACONHA, DECIDIMOS EFETUAR UMA BUSCA NA RESIDÊNCIA, POIS NOS FRANQUEOU A ENTRADA DIZENDO QUE NÃO HAVIA NADA DE ILÍCITO NO LOCAL. EM UM DOS QUARTOS, QUE SEGUNDO A IRMÃ SERIA DO "PAÇOCA" E SUA ESPOSA, LOCALIZAMOS MACONHA, COCAÍNA, DOIS PROJÉTEIS CALIBRE 9 MM, DINHEIRO E MATERIAL PARA EMBALAR AS DROGAS. A IRMÃ DISSE NÃO SABER NADA SOBRE AQUILO. ENQUANTO FAZÍAMOS A VISTORIA, ACOMPANHADOS PELO CASAL PRESENTE, CHEGOU A ESPOSA DO "PAÇOCA" QUE CONFIRMOU SER DELA E DELE O QUARTO, SENDO INFORMADA QUE A PARTIR DAQUELA HORA ELA ESTAVA PRESA POR TER SIDO LOCALIZADO NO SEU QUARTO O MATERIAL. CONTINUANDO A VISTORIA, LOCALIZAMOS NOS FUNDOS DA CASA UMA BOLSA AMARELA COM DOIS TIJOLOS DE MACONHA, CRACK E VÁRIAS PORÇÕES JÁ EMBALADAS DE MACONHA COCAÍNA E UMA BALANÇA.

EM DADO MOMENTO O SUPOSTO "PAÇOCA" LIGOU NO TELEFONE DA ESPOSA E EU ATENDI E FALEI PRA ELE QUE ESTAVAM TODOS PRESOS, SE ELE QUISESSE ESCLARECER ALGUMA COISA QUE RETORNASSE ATÉ A CASA. DENTRO DE UNS 15 MINUTOS ELE CHEGOU DIZENDO QUE TUDO QUE TINHA ERA DELE E NINGUÉM TINHA NADA COM ISSO. DIANTE DISSO DEI VOZ DE PRISÃO A TODOS E JUNTAMENTE COM O MATERIAL APREENDIDO APRESENTAMOS NA CENTRAL DE FLAGRANTES. RESULTADO DA OCORRÊNCIA: 1,800 KG DE MACONHA SENDO 02 (DOIS) TIJOLOS GRANDES, 04 (QUATRO) PEDAÇOS MENORES E 84 (OITENTA E QUATRO) PORÇÕES EMBALADAS INDIVIDUALMENTE PARA COMÉRCIO; 03 ( TRÊS) PACOTES CONTENDO EM 02 ( DOIS) DELES 26 (VINTE E SEIS) E NO OUTRO 24 (VINTE E QUATRO) EPENDORF CONTENDO COCAÍNA; 01 PORÇÃO DE COCAÍNA EMBALADA EM PLÁSTICO E 01 (UMA) PORÇÃO MAIOR PESANDO 0,0057 KG, SUFICIENTE PARA EMBALAR MAIS DE 50 (CINQUENTA) CONFORME O PESO DAS JÁ EMBALADAS; 01 (UMA) BALANÇA DE PRECISÃO; 01 (UM) NOTEBOOK; 02 (DOIS) APARELHOS CELULARES, POIS DOIS DELES FORAM DEVOLVIDOS; 02 (DOIS) PROJÉTEIS CALIBRE 9 MM; R$ 2.401,70 (DOIS MIL, QUATROCENTOS E UM REAIS E SETENTA CENTAVOS), SENDO R$ 2.300,00 EM CÉDULAS E R$ 101,70 EM MOEDAS; PERMANECERAM PRESOS UM HOMEM, E.F.S, 28 ANOS, VULGO "PAÇOCA", DUAS MULHERES, SENDO E.F.S, 25 ANOS, IRMÃ E R.F.S, 24 ANOS, ESPOSA DELE. FORAM AUTUADOS EM FLAFRANTE POR TRÁFICO DE DROGAS E POSSE ILEGAL DE MUNIÇÃO DE USO RESTRITO.. G.J.O, 42 ANOS FOI OUVIDO COMO TESTEMUNHA E LIBERADO'.














Fotos PM/divulgação.