quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

39 unidades da PM ganham Prêmio Qualidade da Gestão

Juliana Chijo

 PMs comemoram a conquista do Grau Prata 


 Atender a população com excelência e qualidade pautadas na contínua modernização da gestão para atingir resultados cada vez melhores. Foi seguindo essa filosofia que 39 unidades da Polícia Militar de São Paulo conquistaram o Prêmio Paulista de Qualidade da Gestão (PPQG) da PM. A cerimônia aconteceu nesta quarta-feira (5) no Memorial da América Latina, na Barra Funda, zona oeste da Capital. 

 No ciclo de 2012, 79 unidades da PM foram avaliadas por meio dos seguintes critérios: aprendizado organizacional, cultura de inovação, liderança, constância, visão de futuro, orientação por processos e informações, geração de valor, valorização das pessoas, conhecimento do cliente de mercado, desenvolvimento de parceiras e responsabilidade social. 

 A avaliação adotada pela PM segue normas da Fundação Nacional da Qualidade - modelo utilizado por diversas organizações públicas e privadas brasileiras.

 Das 79 inscritas, duas unidades que receberam mais de 350 pontos foram agraciadas com o grau ouro do prêmio. Dezesseis tiveram entre 251 e 350 pontos e receberam o prata e 21, que pontuaram entre 151 e 250, ganharam o bronze. 

 Tradição, ousadia e coragem 

 O secretário-adjunto da Segurança Pública, Antonio Carlos da Ponte, destacou a importância do espírito empreendedor e a coragem dos policiais militares na busca constante pelo aprimoramento dos serviços prestados à sociedade. "A Polícia Militar de São Paulo é a prova de que tradição, ousadia e modernidade podem conviver harmonicamente e são imprescindíveis para a manutenção e projeção de toda e qualquer entidade". 

 Ponte entregou placas em homenagem às unidades policiais agraciadas e ressaltou que o Prêmio Polícia Militar da Qualidade demonstra que a força de uma instituição depende de trabalho, estudo, projeção e enfrentamentos de novos desafios. "A Secretaria da Segurança Pública saúda a Polícia Militar, com a certeza e convicção de que a construção de um estado democrático passa pelo fortalecimento e rejuvenescimento constante das instituições", concluiu. 

 Durante seu discurso, o subcomandante da Polícia Militar, coronel Leônidas Pantaleão de Santana, afirmou que "o alcance de bons resultados é produto de estrategias alicerçadas em exemplos de liderança, comprometimento da força de trabalho e investimentos materiais e tecnológicos vinculados à busca de efeitos duradouros". 

 Grau Ouro 

 O Comando de Policiamento do Interior 1 - Vale do Paraíba e Litoral Norte e o 9º Batalhão de Polícia Militar do Interior - Região de Marília ganharam o Grau Ouro. 

 Há 30 anos na Polícia, o tenente-coronel Custódio Alves Barreto Neto, comandante do CPI-1, explicou que a conquista do prêmio é consequência de um trabalho conjunto e alinhado. "Nossa equipe caminha alinhada com as diretrizes do Comando Geral da PM, que busca constantemente a gestão da qualidade".

 Neto destacou que os desafios continuam e que o objetivo central é atender bem a população. "Quanto melhor estiver nossa gestão, melhores serão os serviços prestados à nossa comunidade". 

 O tenente-coronel João Carlos Mathias, que está à frente do CPI-9, afirmou que o empenho diário foi a ferramenta que garantiu a conquista do prêmio. "O nosso objetivo é ver a região como uma das mais seguras do Estado, melhorando, cada vez mais, os índices de criminalidade. É um trabalho conjunto e totalmente focado no resultado para as pessoas".

 Prata 

 O 1º Batalhão de Polícia Militar do Interior (São José dos Campos) foi um dos vencedores no Grau Prata.
 O capitão Roberto Peterneli Junior, de 46 anos, 24 deles dedicados à PM, contou que preza pela padronização dos procedimentos, que gera a qualidade no atendimento. 

 "A nossa tropa tem que conhecer os valores e missões da Polícia Militar e saber aplicá-los no dia-a-dia, pois é ela que está em contato direto com a comunidade". 

 Bronze 

 Para o diretor da Polícia Comunitária e de Direitos Humanos, coronel Omar Lima Leal, de 55 anos, a premiação significa a coroação da Diretoria e um grande incentivo para dar continuidade ao trabalho realizado. "Temos dois objetivos: servir a população e garantir os direitos humanos dos policiais e dos cidadãos". 

 Leal explica que a Diretoria conquistou uma boa pontuação por meio dos programas desenvolvidos que trouxeram resultados. "Quando participamos de comissões, grupos de trabalho e Proerds nas escolas, levamos à população a sensação de segurança com prevenção de crimes. É nessa hora que as pessoas sentem a presença da polícia, não somente na hora da repressão, mas também na educação e orientação". 

 Confira as 39 unidades premiadas: - 

Grau ouro: 

 Comando de Policiamento do Interior 1 - Vale do Paraíba e Litoral Norte 9º Batalhão de Polícia Militar do Interior - Região de Marília - 

Grau prata: 

 Centro Integrado de Apoio Financeiro Comando de Policiamento de Área Metropolitana 2 - zona sul Comando de Policiamento do Interior 3 - Ribeirão Preto e região Comando de Policiamento do Interior 5 - São José do Rio Preto e região Comando de Policiamento do Interior 7 - Sorocaba e região Comando de Policiamento do Interior 10 - Araçatuba e região Escola Superior de Bombeiros 1º Batalhão de Polícia Militar do Interior - São José dos Campos 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental 3º Batalhão de Polícia Militar do Interior - Ribeirão Preto 3º Batalhão de Polícia Rodoviária 4º Batalhão de Polícia Rodoviária 13º Grupamento de Bombeiros - São José do RioPreto 16º Batalhão de Polícia Militar do Interior - Fernadópolis 24º Batalhão de Polícia Militar do Interior - São João da Boa Vista 40º Batalhão de Polícia Militar do Interior - Votorantim 

Foto e fonte:Secretaria de Segurança Pública _SP- Jornal do Povo Rio Preto é cadastrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário sobre esta matéria. Volte sempre!