quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Polícia desarticula quadrilha que fazia arrastão em condomínio



A Polícia Civil prendeu parte de um grupo que se preparava para realizar um arrastão condomínio. A ação aconteceu na noite de ontem (18) em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, e na Vila Liviero, zona sul. O porteiro do prédio também acabou detido. Ele confessou a facilitação na entrada do grupo. Integrantes da 1ª Delegacia de Investigações sobre Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apuravam as atividades da quadrilha há 20 dias.

A equipe investigava um grupo especializado em roubo, principalmente invasões em prédios. Os policiais descobriram um local onde eram marcadas as reuniões. Durante as observações, foram identificados quatro veículos utilizados pelo bando: um Toyota Corolla preto, um Fiat Punto e um Volkswagen Gol, ambos prata, e uma moto Honda CB 300 preta.

No início da semana o monitoramento ficou mais intenso. As informações apontavam para uma nova investida do grupo. O alvo seria um condomínio de luxo no bairro do Taboão, em São Bernardo do Campo. A movimentação ficou clara na noite de ontem quando, pelo menos, 10 homens realizaram um encontro na Vila Liviero e deixaram o local nos veículos identificados pelos investigadores.

Seis equipes da 1ª Delegacia de Patrimônio se dividiram para acompanhar os veículos. Policiais rumaram para o alvo, um conjunto duas torres na rua Olinto Demarchi. Os investigadores flagraram o Corolla dentro do condomínio. O carro foi cercado, mas dois ocupantes disparam para furar o bloqueio. Houve o revide.

Os policiais passaram a perseguir o veículo. O Toyota foi encontrado nas proximidades. Junto ao veículo estava o motoboy C.S.M., de 25, que foi abandonado pelos parceiros, após ser baleado. A equipe apreendeu com ele um revólver calibre 39. Dentro do automóvel localizaram uma pistola .380 e ferramentas utilizadas para arrombamentos.

Os investigadores encontraram motorista E.A.S., de 35 anos, também ferido em uma moita de um terreno nas proximidades do veículo. Ele carregava um colete balístico. Outra equipe interceptou o Punto. Os policiais detiveram os ajudantes A.C.M., de 34, e J.F.S. de 21.

Todas as equipes, na sequência, foram até a casa de E.A.S., na rua Renato Augusto Romeiro César, na Vila Liviero. Em frente ao imóvel estavam abandonados o Gol e a motocicleta Honda.

Mas ainda um detalhe intrigava os policiais: a facilidade encontrada para entrar no condomínio. Principalmente porque o portão foi aberto prontamente para a entrada e saída dos invasores. Os investigadores interrogaram o porteiro L.R.V., de 34 anos. Ele confirmou a participação. Também revelou que ganharia R$ 6 mil.

Os dois feridos foram socorridos. C.S.M. continua internado. O Corolla apresentava queixa de roubo desde agosto. Os presos foram autuados por formação de quadrilha, receptação, porte de arma e resistência.

SSP/SP-divulgação/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário sobre esta matéria. Volte sempre!